Glee 3.21 – “Nationals” – Resenha

E aqui estamos, dessa vez a competição se passa em Chicago, senti falta de mais cenas externas da cidade, mas,  isso não é um deflator, afinal, tivemos outro episódio perfeito, de uma sequência de 5 episódios fantásticos!

A pressão, preocupação e ansiedade começa a ficar mais palpável em uma crescente constante neste episódio, para começar, nossa diva Teen, Mercedes Jones, fez uma escolha ousada com relação a alimentação e teve uma intoxicação alimentar,  sua apresentação se tornou uma dúvida e como uma das vozes mais potentes do grupo sua ausência diminuiria em muito a expressividade das músicas, podendo custar até mesmo a vitória, parece exagerado, mas é verdade! Eu Sou regente do grupo de jovens da minha igreja e quando minhas sopranos faltam ou estão resfriadas cai bastante a força da massa vocal!

Sue, além de preocupada com sua posição no colégio demonstrou seu lado humano novamente, pois acima de tudo, ela  sabe o quanto vencer é importante para a equipe, mais que seus “próprios assuntos pessoais” – Lê-se Treinadora Roz.

Nesses momentos a probabilidade é sempre de 50 a 50, E o pronome Obliquo “SE” assalta os pensamentos inclusive dos mais confiantes, não seria diferente com Mr. Schue, sendo inevitável uma cute cena Weema!

Depois de tanta fofura nada melhor que uma briga com direito até a pipoca né Artie? Me fez até lembrar da escola, nesses casos eu seguia a linhal like a Suggar tipo gritar: “ Briga! Briga!” rs , entretanto a nossa adorável Bitch Santana coloca ordem na casa, no caso, no quarto e sob a liderança de Britanny todos voltam a ensaiar incansavelmente a coreografia.

Agora é a vez de : JESSE!!  Gostei muito da interação dele com Rachel, foi faísca para todo lado esse reencontro, e o que dizer de Finn marcando o território? Me gustou! Falando nele, este episódio ele foi um exemplo de líder e otimismo além de total suporte a sua namorada!

Com relação aos jurados curti as escolhas! Lindsay Lohan e Perez hilton divaram e fizeram bem a parte deles como o escape de humor do episódio! (amei a piadinha que eles fizeram com The voice rs)  E pra quem não conhece o terceiro jurado, seu nome é Rex Lee , quem acompanha Suburgatory o conhece, e já teve a oportunidade de rir litros com ele!

O sinal toca e  começa a apresentação, com nada e menos que Troubletones ao som de Edge of Glory, foi uma entrada épica, as meninas brilharam –  destaque para Quinn que cumpriu o prometido dançando e cantando, abrindo o caminho para a bela balada It´s all coming back to me now by Rachel Berry, e para alegria de nossa estrela máster,  Madame T. aparece no meio da performance! E agora será que foi o suficiente? Dedos cruzados!

E para finalizar, Paradise by the Dashboard Light foi épico,  impossível não recordar da primeira temporada quando eles eram apenas 12 integrantes, com coreografias simples e largos sorrisos, agora,  nota-se o amadurecimento, a evolução de todos, acredito que a única performance que pode igualar a essa seria Bohemiam Rhapsody as demais são inferiores!  O sentimento de orgulho por nossos losers favoritos é inevitável, afinal,  ladies and gentlemans eles são o  NEW DIRECTIONS!

Bom, mas o Vocal Adrenaline não iria facilitar a decisão para os júri, e Damm it freacking Jesse, fez um trabalho incrível , aqueles lançamentos de pessoas, e todos aqueles passos e a escolha das músicas foram todas acertadas, digno de um MTV Awards, cheguei realmente a considerar que talvez eles venceriam, fico imaginando a alegria do Zach Woodle em trabalhar com tantos profissionais, parabéns, ele superou outra vez, com suas coreografias altamente criativas!

Antes de anunciar o campeão,  Jesse pede para Madame T.  pensar com carinho em Rachel,  gostei desta atitude, provando o quanto ele amadureceu, e um pingo de amor também, todos perceberam? Ele demonstra isso ao interceder pelo futuro dela, sem ressentimentos, ele sabe que ela merece, e como dizem miss Berry é uma em um milhão!

E claro, ND ganhou, fiquei tão feliz que chutei meu travesseiro! Sério… rs eles mereceram, mais que  uma apresentação perfeita, eles são realmente uma equipe! A entrada deles na escola para comemorar a vitória com certeza marcará a vida deles para sempre, foi lindo ver a todos comemorando! Mais interessante ainda, foi Rachel descobrindo que já é um modelo para alguns em McKinley High, como sempre sonhou!  E haja beijo para que te quero e para todos os gostos e ship, brittana , finchel, rogar, tike ou mina? E Weema que aparentemente foi um pouco além né? Se é que me entendem!

Para ficar ainda melhor, nada como Mr. Schue ganhando o prêmio de professor do ano, mais do que merecido, realmente sua capacidade de motivar e ligar um grupo tão heterogêneo levando-os a vitória justifica a conquista.

E nada mais justo que We are the champions by ND para finalizar um episódio tão perfeito e com cara de Season Finale! Vale ressaltar que a música ficou épica, se fosse nos tempos antigos tenho certeza que teria explodido na bilboard como don´t stop believin´ !

Agora estou com o coração na mão, aguardando terça-feira como se não houvesse amanhã, literalmente!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s