Prazer, eu.

41R3iG8-59L._SL500_AA300_Quem me conhece sabe que recuso balada pra assistir tv; não assisto filmes que começaram há pelo menos 5 minutos; faço o uso de palavras em inglês no meu cotidiano, às vezes para parecer esperta, outras idiota, ou pra ninguém entender mesmo.

Gosto de tv. Amo tv. Amo cinema. Amo atuar. Escrever também. Descobri que sou fã de moda há 3 anos, mas não farei um blog indicando esmaltes ou look do dia, fique tranquilo. Tenho a mentalidade de uma garota de 13 anos, assisto desenhos e inúmeros programas ditos infantis. Não é que eu queira ser o Peter Pan, não é isso. O meu problema é que não desapego do passado. De 13 pulo pra 40 anos em segundos e não entendo essa modernidade toda em volta de mim. Desde a roupa curta à (falta de ) educação das crianças.

Gosto de música. De todo tipo. Sou a garota que foi em shows do Metallica,  Madonna, Jonas Brothers e até do Molejo.

Cheguei na fase do ‘preciso fazer algo por mim porque se eu não fizer ninguém vai fazer’.

Não vou fazer esforços pra manter isso. Tenho o péssimo hábito de não dar continuidade nas coisas que começo. Esse eu vou terminar. Ou pelo menos manter enquanto der. Ou me agradar.

Aprendi que mudar quem eu sou para agradar os outros só tem me feito mal. Quero essa deprê toda pra longe de mim. Cansei de mendigar amizades. Quem tá junto, tá junto.

O meu conselho é ser quem você é. Aceitar quem você é. Pare de seguir ou outros, seja você o líder. A vida é sua. As consequências cairão sobre você somente. Vá em shows, mesmo que você não goste da música. Assista com a sua mãe aquele filme chato que ela ama em uma tarde de sábado. Escute aquela banda que seus amigos não gostam mas você adora no último volume, já que surdez será única e exclusivamente sua. Cuide bem das suas amizades e verifique se estão cuidando bem de você também.  Retribua ironia com gargalhadas, raiva com abraços, gritaria com silêncio, incompetência com paciência. Quem critica o que você faz é porque não tem coragem de fazer igual. E antes de se entregar, ame-se. Ame-se acima de tudo. E nessa mesma intensidade, ame os outros também.

Porque não se amar é trancar o coração pra felicidade e jogar a chave fora.

Uma resposta para “Prazer, eu.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s